Europa, Retrospectiva

Londres: 14 Dicas do que fazer

Minha amiga que morava em Madrid agora está em Londres e como não perco a oportunidade de conhecer novos lugares inclui no roteiro da viagem!

Fomos de trem de Paris a Londres, a imigração é feita em Paris ainda, antes de embarcar, como meus pais não falam inglês sobrou para mim conversar na imigração. Eu lá com a bengala na mão, expliquei para a mulher que tinha feito reserva pela internet de um quarto, ela me questionando como eu tinha feito isso, sendo deficiente visual, tive que explicar que utilizo software de voz no computador assim como tenho o mesmo recurso no meu celular e mostrei para ela como funcionava e ela ficou maravilhada! Tudo certo na imigração e bora embarcar nesse trem!

 

*Antes de embarcar compartilho da dificuldade que tivemos para emitir o bilhete do trem, nas maquininhas você precisa estar com o mesmo cartão de crédito que fez a compra pela internet (comprei pela Rail Europe), como eu não estava com ele e deixamos meio para última hora, tivemos que perder um dia e ir até a estação de trem (que é looonge) para emitir os bilhetes, então se programem antes para não fazerem a correria que fizemos!

 

Estávamos doidos para ver o canal da Mancha, morrendo de sono mas não queríamos perder a hora que entraríamos no meio do marzão. Quando anunciaram que íamos entrar no canal da Mancha, eu e meus pais ficamos olhando para a janela e foi super frustrante, é tudo escuro e não conseguimos ver nada (tudo bem que mesmo se não fosse escuro eu não conseguiria ver lá grande coisa…rs).

 

Chegando em Londres já nos deparamos com o típico carro inglês onde o motorista fica do lado direito, bem estranho!

Que terra fria!! Estava muito frio, um ventão gelado, sofremos com a baixa temperatura, principalmente porque ventava muito, então o casaco não dava conta.

Londres possui INÚMEROS lugares para visitar, é uma cidade que precisa de um bom planejamento para aproveitar o máximo possível, coisa que não fiz direito antes da viagem por comodismo, pegaria todas as dicas com minha amiga e acabei nem me preocupando com isso…rs. Apesar do mau planejamento conseguimos visitar bastante coisa em pouco tempo!!

Gente, preciso dizer uma coisa, interpretação de mapa não é com meus pais! Explicavam os caminhos para eles no mapa e sempre nos perdíamos! Kkkkk. Só que as perdidas não eram em vão, tudo bem que andávamos mais do que precisava, mas conhecemos vários lugares bem bonitinhos e diferentes!

Agora vamos aos passeios!!

 

→ Big Ben

O Big Ben é o famoso relógio das Casas do Parlamento, é o principal símbolo da cidade de Londres.

O edifício, construído em estilo gótico, possui 106 metros de altura e possui 4 relógios enormes situados em suas faces, cada relógio possui 7 metros de diâmetro.

 

Como chegar:

Metrô: Westminster, linhas Circle, District e Jubilee.

 

→ Abadia de Westminster

A Abadia de Westminster é famosa por guardar os restos mortais de vários monarcas britânicos, como os da Rainha Elizabeth I, e por ter sido cenário de coroações, grandes casamentos e outros grandes eventos. O funeral da Lady Di e casamento do príncipe William aconteceram na Abadia.

Além dos monarcas, outras pessoas ilustres também estão sepultadas na Abadia de Westminster, como Shakespeare, Isaac Newtom, Charlies Darwin e muitos outros. Mais de 3 mil pessoas estão sepultadas ali.

Como o ingresso é carinho e minha entrada e do acompanhante eram free, entrou somente eu e minha mãe. Uma coisa engraçada que aconteceu foi quando procurávamos a saída, perguntamos para uma funcionária e ela nos auxiliou, durante o caminho ela ficava me alertando dos obstáculos, mesmo eu estando com minha mãe (será que ela achou que minha mãe não estava sendo uma boa guia?rs).

Dica: às 17h de segunda, terça, quinta ou sexta ou às 15h de sábado ou domingo acontece uma missa chamada Evensong, e dela participa o lindo coral da igreja. Para rezar e acompanhar a missa, não se paga entrada.

Não é permitido tirar fotos dentro da igreja.

 

Horário:

Segunda, terça, quinta e sexta das 09:30 ás 15:30

Quarta das 09:30 ás 18hs

Sábado das 09:30 ás 13:30

Ingresso:

Adulto – 20 libras / De 6 a 16 anos – 9 libras

Como chegar:

Metrô: Westminster (Jubilee, Circle e District Lines)

 

Roda GiganteLondon Eye

A London Eye possui 135m de altura, sendo a 4ª maior Roda Gigante do mundo e serve como um observatório da cidade. Sua volta completa leva 30 minutos, são 32 capsulas, acomodando 800 pessoas. Se tem uma visão de 360 graus da cidade.

A London Eye fica próxima ao Big Bem.

 

Horário:

Normalmente, a London Eye abre às 10h e só fecha após as 20h. Os horários exatos variam conforme a época do ano. Entre junho e setembro, a visitação é extendida até mais tarde.

Ingresso:

Recomendo que você compre o ingresso antecipadamente – e de preferência fast track, para não parar na fila. Se você deixar para comprar na hora e ainda decidir adquirir o ingresso normal, pode parar na fila duas vezes: uma no caixa e uma na entrada da roda-gigante.

Uma família de quatro pessoas pode economizar mais de 50 libras se optar pelo ingresso normal, o standard. Então, na baixa (janeiro e fevereiro) e na média temporada (novembro, março e abril), dá para optar por essa entrada sem problema.

Compre seu ingresso online

Como chegar:

Metrô: Waterloo (Bakerloo, Northern, Waterloo & City e Jubilee Lines) e Westminster (Jubilee, Circle e District Lines)

 

→ Palácio de Buckingham

O Palácio de Buckingham é considerado um dos pontos turísticos mais importantes. É uma das residências oficiais da Rainha Elizabeth II. O Palácio possui “somente” 77 mil m² e levou 70 anos para ser construído e possui 775 cômodos, sendo 19 salas de estado, 52 quartos da realeza, 188 quartos dos funcionários, 92 escritórios e 78 banheiros (caramba!!). São mais de 16 hectares de jardim com fauna e flora diversificadas, além de quadras de tênis, um lago e heliporto.

Observe a bandeira que está hasteada ao visitar o Palácio, quando a Rainha está no Palácio de Buckingham a bandeira hasteada é o Estandarte Real, quando a bandeira hasteada é a do Reino Unido significa que a Família Real não está no Palácio.

A visitação da área interna acontece somente no verão. Você pode visitar algumas salas de estado, ver tesouros da coroa real e conhecer os estábulos.

O ingresso deve ser comprado com antecedência. Compre seu ingresso aqui

A Galeria da Rainha fica aberta o ano inteiro e nela são exibidos diversos objetos e tesouros da família real (móveis, joias, vestidos, obras de arte e objetos de uso pessoal de membros da coroa).

Troca da Guarda:

A cerimônia de Troca da Guarda acontece diariamente de abril a julho e nos demais meses acontece em dias alternados.  Começa ás 10:30 no St. James e segue pelo Palácio de Buckingham iniciando lá ás 11hs. Como possui grande procura é recomendado chegar com 1h de antecedência para pegar um bom lugar.

Ficamos bem distante, então nem os movimentos percebi, ouvi só o som mesmo…rs

 

Como chegar:

Metrô: Estação Victoria (Circle, District e Victoria Line), St James’s Park (District e Circle) e Green Park (Jubilee, Piccadilly e Victoria Lines)

 

→ Torre de LondresTower of London

A Torre de Londres está localizada às margens do Rio Tâmisa. Ela Já foi casa da moeda, mostra dos animais do reino e até prisão. Hoje abriga as joias da coroa, patrimônio mundial da UNESCO e um dos pontos turísticos mais visitados para quem quer conhecer mais sobre a história de Londres.

Chegamos um pouco tarde e já estava fechada, tomamos um chocolate quente em uma cafeteria que tem perto e ficamos só apreciando a vista! 😉

Ingressos:

Adulto: 24 libras / De 5 a 15 anos: 11 libras / Menor de 5: gratuito

Valores para compra antecipada.

Compre online aqui.

Horários:

Março a Outubro: Terça a sábado, das 9h às 17h30. Domingo e segunda, das 10h às 17h30 (entrada até 17h)

Novembro a Fevereiro: Terça a sábado, das 9h às 16h30. Domingo e Segunda, das 10h às 16h30 (entrada até 16h)

Como chegar:

Endereço: London EC3N 4AB, United Kingdom

Metrô: Tower Hill (Circle e District Line)

 

Tower Bridge

A Tower Bridge (Ponte de Londres) é uma ponte levadiça e está situada junto a Torre de Londres.

A exposição da Tower Bridge mostra como funcionava o Sistema de elevação da ponte desde sua construção até 1976, através de uma máquina de vapor, e sua substituição por sistema elétrico. A exposição também destaca a importância da Tower Bridge na cidade e ao longo das passarelas é possível ver fotos das pontes mais emblemáticas do mundo e a Tower Bridge faz parte!

Não visitamos a exposição.

 

Horário:

Abril a Setembro – das 10hs ás 18hs

Outubro a março – 09:30 ás 17:30

Ingresso:

Adulto – 9 libras / De 5 a 15 anos – 3,90 libras / Estudantes e maiores de 60 anos – 6,30 libras

Como chegar:

Metrô: Tower Hill, linhas Circle, District e DLR. Ônibus: 8, 9, 11, 15, 15B, 22B, 25, 133 e 501.

 

Castelo de Windsor

Localizado na cidade de Windsor, condado de Berkshire, o Castelo de Windsor é o mais antigo e maior Castelo habitado do mundo, é uma das principais residências da Rainha.

No dia que visitamos o Castelo de Windsor ficamos sabendo que a Rainha Elizabete estava passando o final de semana lá, pena que não a vimos. 🙁

Na entrada para o Castelo de Windsor, onde se compra o ingresso, é possível pegar um áudio guia que possui a explicação de cada cômodo. Sempre que conseguia tentava passar a mão nos móveis para “ver” melhor como eram, mas tinha que ser meio escondido porque não podia tocar nas coisas. Tem uma ala com várias casinhas de boneca, chamada Queen’s Mary Doll House, a coisa mais linda! Não podia tirar fotos, mas fomos lá escondidos para que eu conseguisse enxergar os detalhes das casinhas com o zoom…rs. A casinha é muito rica em detalhes, possui eletricidade, elevadores funcionando, banheiros, água quente e fria, miniaturas de quadros, mesas, livros… Impressionante!!!

O Castelo é enooorme, leva pelo menos meio período para fazer o passeio, se quiser entrar em todos os cômodos e ouvir as explicações. Do lado de fora possui lojinha de souvenirs e restaurantes, onde comemos o fish and chips, prato tradicional de Londres.

Sempre que a Rainha está no Castelo uma bandeira é hasteada.

No pátio interno do Castelo acontece diariamente (de abril a junho) a Troca da Guarda, bem menos requisitado e mais tranquilo do que no Palácio de Bucknghan. No restante do ano acontece em dias alternados.

 

Horário:

Março a Outubro das 09:30 ás 17:30

Novembro a Fevereiro das 09:45 ás 16:15

Fechado dias 25 e 26 de dezembro

Datas que não são permitidas visitações:

  • 07 e 14 de outubro;
  • 18 e 25 de novembro
  • 02, 05 e 12 de dezembro

Ingresso:

Adulto: 20,50 libras / Criança (5 a 16): 12 libras/ Criança (menor de 5): gratuito

Compre seu ingresso aqui.

Como chegar:

Trem – partindo de Paddington Station

Ônibus – linhas 701 e 702, partindo de Victoria Station, de meia em meia hora.

 

→ Victoria & Albert MuseumMuseu de Moda

O Victoria & Albert Museum é o maior museu de artes decorativas e design do mundo. Possui em torno de 4,5 milhões de objetos, ideal para quem gosta de artes, decoração, moda, design, etc. Para quem gosta realmente é um prato cheio! Mas para mim não vi graça, seria uma coisa que não perderia tempo, se soubesse como era antes.

 

Horário:

Todos os dias das 10hs ás 17:45

Ingresso:

Entrada gratuita

Como chegar:

Metrô: South Kensington (Piccadilly, District e Circle Lines)

Clique aqui para saber mais.

 

St Paul´s Catedral

A St Paul´s Catedral é a segunda maior catedral do mundo com 110 metros de altura!

Inicialmente a catedral tinha sido construída em madeira, mas com o incêndio de 1666 ela precisou passar por várias reconstruções até chegar no impressionante edifício que é hoje.

A catedral foi o local de inúmeros acontecimentos importantes como funeral de Winston Churchill e o casamento do príncipe Charles e Lady Di. 

 

Horário:

De segunda a sábado das 8:30 ás 16:30

Ingresso:

Adulto – 18 libras / Estudantes e acima de 60 anos – 16 libras / de 6 a 17 anos – 8 libras

Como chegar:

Metrô: St Paul´s, linha Central. Ônibus: linhas 4, 11, 15, 23, 25, 26, 100 e 242.

 

→ Piccadilly Circus

Piccadilly Circus é uma praça que possui uma variedade enorme de lazer ao seu redor. Muita gente caminhando na região, super frequentada por londrinos e turistas. Possui painéis luminosos e uma fonte de Eros em seu centro.

Em sua região possui inúmeras lojas, cinemas, teatros e restaurantes para todos os gostos.

A Piccadilly Circus é uma região muito animada e um point noturno. A noite ela fica muito iluminada com luses de neon, me lembrou Nova Iorque! 😉

 

Como chegar:

Metro: Piccadilly Circus, linhas Piccadilly e Bakerloo.

 

→ Abbey Road

Não tinha como irmos a Londres e não atravessar a faixa de pedestre mais famosa do mundo! E logicamente tiramos a tradicional foto que foi capa do disco dos Beatles. =D

Lá também está localizado o Studio Abbey Road.

 

Como chegar:

Metrô – estação St. John’s Wood (linha Jubilee)

*Cuidado para não descerem na estação Abbey Road, fica a leste de Londres e não leva ao lugar correto, é só pegadinha para turista. :S

 

Casa de Sherlock Holmes

É elementar meu caro Watsom! Frase tão usada por Sherlock Homes, detetive criado há mais de 130 anos atrás e que até hoje conquista fãs!

Localizada na Baker Street, o Museu de Sherlock Homes foi construído em 1815, apresenta as mesmas características da casa de Sherlock Homes, incluindo a vista para Baker Street do estúdio.

Dentro da casa você encontra o cachimbo, violino, poltrona, a lareira, os livros, tubos de ensaio e tudo que envolve o detetive mais conhecido dos últimos tempos.

O lugar é pequeno, então não levará mais de 1h na visita, meus pais aproveitaram mais do que eu, relembraram a infância. 🙂

Ao lado do museu possui uma lojinha de souvenirs com coisas do Sherlock Homes.

 

Ingresso:

Adulto – 15 libras / Menores de 16 anos – 10 libras

Horário:

Todos os dias das 09:30 ás 18hs, fechado 25 de dezembro

Como chegar:

Endereço: 237-241 Baker Street, London

Metrô: Baker Street (Circle, Hammersmith & City,  Metropolitan, Jubilee e Bakerloo Lines)

 

→ Palácio de Kensington

O Palácio de Kensington era a moradia do príncipe William e Kate (dizem que não moram mais lá) e foi moradia da Lady Di. Ele passou por grandes reformas para deixar o Palácio mais acessível, aprimoraram os displays que contam a sua história e está mais child friendly.

Não posso falar quanto a acessibilidade pois achamos meio caro e como já tínhamos ido no Windsor, achamos que não valeria a pena.

Visitamos seu jardim, e como jardim de todo castelo, é lindo!

Horário:

Todos os dias das 10hs ás 18hs exceto 24, 25 e 26 de dezembro.

Ingresso:

Adulto – 15,40 libras (antecipado) / Até 16 anos não paga

Compre seu ingresso aqui.

Endereço: Kensington, Londres W8, Reino Unido

Metrô: High Street Kensington (Circle e District Line)

 

Memorial da Lady Di – Diana, Princess of Wales Memorial Fountain

O Memorial da Lady Di foi inaugurado pela Rainha em 2004. É uma estrutura em granito que reproduz o percurso de um rio com quedas e curvas. É comum encontrar pessoas molhando seus pés na fonte.

Localiza-se no Hyde Park, perto do Palácio de Kensington.

Quando falaram memorial, pensamos que era um lugar fechado com as coisas da Princesa Diana, andamos muito pelo parque até descobrir que era somente a fonte…rs. Ao lado do Palácio possui também o playground que foi construído em sua homenagem também, era onde Lady Di levava seus filhos, está na lista dos melhores playgrounds, mas não fomos até ele.

⇒ Possui áudio guia gratuitamente em todos os principais pontos turísticos, exceto na Torre de Londres que é cobrado com valores diferenciados entre adulto, família e menores de 15 anos.

 

Londres possui vários parques, construções antigas, castelos com jardins enooormes. Passamos por vários nas nossas caminhadas que não sei quais eram. 😉

É um lugar que preciso voltar para explorar melhor! Muita coisa para conhecer em pouco tempo, ficamos somente 4 dias na cidade.

Quando voltamos ao Brasil e fomos buscar a Hilary na casa de um amigo, ela fez festa quando me viu e logo virou a cara, tipo dizendo “ah, você me abandonou, estou de mau!”, minha pretinha é super temperamental (puxou a mãe). Mas depois de alguns agarrões ela foi cedendo! Depois dessa viagem nunca mais viajei sem ela!

Leia também:

O que fazer em Paris: Conheça os principais pontos turísticos

Dicas do que fazer em Madrid em 1 dia

Uma viagem pode ir além da visão

“Eu viajo… Você embarca… Juntos outra vez em mais um aprendizado!”

Reserve seu Hotel com a nossa parceira Booking.com!



 

 

Artigo anterior Próximo artigo

Veja também:

Deixe uma resposta

4 comentários

  • Reply Fernando Scalabrini 12/05/2017 at 16:27

    Muito bom o texto, bem completo, parabéns! Já sei aonde vou olhar quando for para Londres… 😉

  • Reply Silvia 12/05/2017 at 18:40

    Adorei as dicas. Parece tudo encantador. Com certeza vou usa-las quando visitar Londres. Obrigada Mellina

  • Reply Flávio a Marques 12/05/2017 at 19:54

    Muito bom parabéns

  • Reply Silvana 15/05/2017 at 01:37

    Adorei! Muito bom relembrar dos lugares que visitamos! Com certeza precisamos voltar!