Atualidade, Brasil, cão-guia

Salvador/BA – Dicas do que fazer

Já contei aqui sobre minha visita a Fortaleza e aproveitei que esrava no Nordeste para passear mais um pouquinho e resolvi ir a Salvador visitar uma amiga muito querida!

Essa minha amiga que visitei também é deficiente visual e youtuber. Vocês podem acompanhar o trabalho dela no canal Amanda Pra Você, tem muita coisa legal!

Começarei com uma das melhores dicas, pelo menos para mim, quem adivinha o que é? 😉 Sorveteria! =D

Preciso confessar que nunca tomei tanto sorvete como tomei nessa minha viagem ao Nordeste! AMOOOO!!

Então vamos lá! Fui em duas mais conhecidas por lá, a Sorveteria Cubana e a Sorveteria da Ribeira. Fui também na Sorveteria Freddo, dentro do Shopping Salvador, uma delícia! Agora, na minha opinião, entre a Cubana e a Ribeira eu gostei mais dos sorvetes da Ribeira, mas isso é de gosto, sugiro vocês conhecerem as duas também e me dizerem aqui qual preferem! 😉

Antes de começar a falar sobre os passeios quero dar uma dica a vocês. É muito comum nos pontos turísticos terem pessoas te dando as coisas (fitinhas do Bonfim, santinhos…), você pensa que é de graça, mas não é, depois eles te cobram por isso. Outra coisa comum de encontrar são mulheres com roupas de baiana e capoeiristas que cobram se você quiser tirar foto com eles.

Para começar os passeios por Salvador bem abençoada já fomos direto na Igreja de Nosso Senhor do Bonfim! O Senhor do Bonfim é o padroeiro dos baianos e símbolo do sincretismo religioso da Bahia. A igreja começou a ser construída em 1745 e foi concluída em 1772.

No muro ao redor da igreja possui fitinhas do Bonfim que as pessoas amarram e fazem seus pedidos. São 3 nós dados na fitinha, cada nó 1 pedido, como sou eu e Hilary, amarrei duas fitinhas, uma para cada uma. 😉

Para quem estiver por Salvador em janeiro aproveite para participar da Festa do Bonfim. Acontece no segundo domingo depois do Dia de Reis e na quinta-feira que antecede a festa é feito a Lavagem das escadarias da Igreja do Bonfim. Durante a tradicional lavagem as portas da igreja ficam fechadas e as baianas despejam água de cheiro nos degraus e no adro ao som de toques e cânticos de caráter afro-religioso. Chegue cedo para conseguir um bom lugar, todo mundo vai a Igreja para acompanhar esse ritual!

Você não pode ir a Salvador e não visitar o Pelourinho, principal ponto turístico e centro cultural da cidade! O Pelourinho, carinhosamente apelidado de Pelô, fica no centro histórico de Salvador. As casas são do século XVII e XVIII e lembram bastante o centro histórico de Paraty, com casas coloridas e as ruas de pedra. Ao redor do Largo do Pelourinho você encontra igrejas, museus, restaurantes, bares, sorveterias…

É no Pelô que fica a Casa do Olodum!

Onde hoje é um local de muita alegria e festa no passado não era assim, foi local de muita tristeza e sofrimento.

Pelourinho era um poste de madeira ou de pedra com argolas de ferro erguido em praça pública, onde escravos eram amarrados e torturados, usado também em pessoas que infringiam a lei.

Perto do Pelô fica a Baía de Todos-os-Santos, onde você consegue apreciar Salvador do alto, ter também uma boa vista de pôr-do-sol, e ver o Elevador Lacerda, que leva as pessoas da Cidade Alta para a Cidade Baixa.

Como uma boa turista precisava fazer comprinhas! Fomos ao Mercado Modelo, um mercado de artesanato localizado no bairro do comércio. São 2 andares com 263 lojas e 2 tradicionais restaurantes de Salvador. No piso superior comprei uma cocada pernambucana que achei deliciosa! É feita com doce de leite, maior pecado!rs

Uma festa muito tradicional da Bahia é a Festa de Caruru. Ela acontece durante o mês de setembro em homenagem a São Cosme e Damião. O prato típico, caruru, é camarão com quiabo, confesso que o cardápio da festa não me agradou muito…rs. No vídeo do final do artigo mostro um pouquinho da festa do Caruru! Só digo uma coisa, óleo de dendê é pesado e todo mundo termina a festa tirando um belo cochilo, dá a maior leseira! kkkkk

Hora de passear um pouquinho pelo famoso bairro de Itapuã!

A primeira parada foi na Lagoa do Abaeté. A lagoa fica dentro de uma área de proteção ambiental, no Parque metropolitano Lagoas e Dunas do Abaeté. A Lagoa do Abaeté é rodeada por dunas brancas e possui uma coloração escura da água devido a sua vegetação nativa, orquídeas, cajueiros e coqueiros. Antigamente as mulheres lavavam as roupas na lagoa, hoje dizem ser imprópria para banho.

Em Itapuã encontramos a Praça Vinícius de Morais que foi construída para homenagear o poeta. Foi inaugurada em 2003, ano que Vinícius de Morais completaria 90 anos. A escultura do poeta é feita em bronze e possui tamanho real. Ao redor da praça você encontra 10 totens onde estão gravadas suas composições.

Perto da praça está a casa onde Vinícius morou, hoje funciona um hotel.

Na praça encontramos um senhor que disse que foi amigo de Vinícius de Morais, falou que o poeta adorava uma cerveja e mulheres, será?rs

Vinícius de Morais está sentado em uma cadeira, um braço apoiado na perna e outro em cima da mesa, havia uma caneta em sua mão, mas alguém a retirou, na mesa possui algo que se assemelha a um caderno, o poeta está a direita da foto, no centro da mesa está Amanda, a esquerda da mesa Mellina e a frente a Hilary deitada

Detalhe na pancinha, o que entrega a paixão pela gelada!rs

“É bom! Passar uma tarde em Itapuã/ Ao sol que arde em Itapuã/ Ouvindo o mar de Itapuã…”

 

A Praia de Itapuã tem formações rochosas que quando a maré baixa se formam piscinas naturais, ótimas para banho. Dependendo do local da praia onde você está é possível praticar esportes aquáticos. Na praia você encontra o Farol de Itapuã e a estátua da Sereia de Itapuã. O local da praia onde fomos estava bem tranquilo, tiramos algumas fotos e continuamos nosso passeio!

Um lugar que adorei foi a Praia do Farol da Barra! Se você busca agito esse é o lugar! Muitas pessoas caminhando pelo calçadão, a rua da orla da praia é fechada aos domingos e feriados, então podemos caminhar também pela rua nesses dias. Possui vários barzinhos, restaurantes…muita agitação! É lá também onde acontece o famoso carnaval de Salvador! A praia se inicia no Forte de Santo Antônio da Barra, mais conhecido como Farol da Barra, e se estende até o morro do Cristo.

A subida até o Cristo é bem tranquila, feito a pé, no máximo uns 10min de caminhada. O Cristo Redentor é feito de mármore de carrara com 7 metros de altura incluindo o pedestal. Em março deste ano o monumento do Cristo foi tombado pela prefeitura. A vista lá do alto é bonita, pegamos o final do pôr-do-sol. Na entrada do Cristo ficam policiais, não é recomendado subir o Cristo quando eles não estão mais por lá.

Fomos a Praia do Jardim do Alah fazer uma caminhada, a praia é imprópria para banho. O Jardim de Alah está localizado em uma pequena falésia que serve de um ótimo mirante para apreciar as belezas do lugar. Adorei caminhar pelo calçadão, ele é bem extenso, possui 15km e vai até a Praia de Itapuã. Pelo calçadão tem o piso podotátil, que serve de referência para os deficientes visuais se guiarem com a bengala.

Dia de curtir uma boa praia e relaxar um pouco! Fomos na Praia do Porto da Barra. A praia possui um mar bem tranquilo, formando piscinas naturais, praticamente sem ondas, adorei! Hilary nadou bastante e como o mar era calmo nadei com ela também! Não curto mar agitado, prefiro entrar na água quando ele é beeeem calminho… 🙂

A praia estava bem cheia, possui vários ambulantes vendendo as comidas típicas da Bahia, confesso que achei meio forte para comer na praia debaixo de sol e resolvi não arriscar, lembrando do que já tinha passado em Fortaleza…rs

SALVADOR/BA: Um dia na Praia do Porto da Barra!

O melhor lugar para se apreciar o pôr-do-sol é o Solar do Unhão, para chegar até lá passamos pelo condomínio onde mora a Ivete Sangalo, pena que ela não estava em casa para nos oferecer um café…rs.

O Solar do Unhão abriga o Museu de Arte Moderna (MAM) da Bahia e fica localizado ás margens da Baía de Todos-os-Santos. Ele foi construído no século XVII em alvenaria de pedra para ser residência do desembargador Pedro Unhão Castelo Branco e depois adaptado para fins comerciais.

O tempo estava um pouco fechado, mas mesmo assim apreciamos um belo pôr-do-sol!

 

Foto do pôr-do-sol aparecendo mar e céu, o sol parece que está entrando no mar e reflete suas luzes na água, formando um belo cenário

E assim me despeço de Salvador e do Nordeste…

Essa minha viagem ao Nordeste (Fortaleza e Salvador) foi transformadora em minha vida. Me fez ter a noção da importância que está tendo o meu trabalho com o blog. Impactei duas famílias nessa viagem e percebi que posso ajudar muito mais pessoas só sendo quem eu sou e continuando com o meu trabalho do blog!

Agradeço imensamente a essas duas famílias que receberam a mim e a Hilary com tanto carinho! Estarão sempre em meu coração! <3

Para vocês entenderem um pouco do que estou falando, os convido a assistirem o vídeo que a Amandinha fez falando o que mudou na vida dela depois que passei por lá.

Agora assistam ao vídeo que fiz sobre os meus dias em Salvador! Aproveitem para se inscrever no nosso canal no Youtube caso ainda não seja inscrito, tem muita coisa legal ainda por vir!

Já visitou Salvador? Deixe nos comentários o que achou imperdível fazer na Capital da Alegria!

 

Leia também:

Beach Park – O parque aquático de Fortaleza

Passeio de buggy pelo litoral norte de Natal

Maracajaú: O caribe do Nordeste

“Eu viajo… Você embarca… Juntos outra vez em mais um aprendizado!”

Reserve seu Hotel com a nossa parceira Booking.com!



Artigo anterior Próximo artigo

Veja também:

Deixe uma resposta

1 comentário

  • Reply amandaferretti 23/11/2017 at 20:32

    Texto impecável obre Salvador. Parabéns e muita obrigada por transformar minha vida. Beijos